Empresa Low Cost é a escolha certa?

Low Cost é uma companhia de aviação de baixo custo. Vende passagens muito mais baratas que outras empresas, onde se pode conseguir uma economia substancial. Aqui no Brasil, a partir de 2019, cinco desse tipo de empresa também começaram a operar.

É importante ressaltar que não existe “almoço grátis”, portanto há uma contrapartida para uma empresa vender passagens aéreas de baixo custo. Você precisa entender qual é o compromisso que você terá que aceitar para poder viajar pagando menos.

Podemos resumir esses compromissos nos seis tópicos abaixo:

  • Usam aviões menores, mais baratos portanto;
  • A tripulação é reduzida ao mínimo possível legalmente;
  • Seus balcões de serviço são também reduzidos ao mínimo – a venda em geral é feita apenas pela Web, através de site ou de App para tablet ou celular;
  • Não há almoço, e nem lanches durante as viagens;
  • Os assentos são menores, mais estreitos e mais próximas uma fila de assentos da outra – com mais passagens vendidas podem aumentar seus lucros, mas à custa de um maior desconforto para o viajante;
  • Bagagem em geral só de mão (bolsa ou mochila), normalmente sem mala de mão, e com certeza nunca com bagagem embarcada no porão do avião;

Assim você pode decidir se uma determinada viagem num avião de uma dessas empresas vale o desconforto, a falta de serviços e bagagens. Analise bem, o dinheiro é seu, mas seu corpo pode não concordar. Se a viagem for mais curta, ou se você não precisa levar bagagens, pode ser interessante.

Importante também saber que, antes da pandemia, o custo de uma mala de porão despachada à mais, custava em torno de US$ 100 (algo que hoje significaria mais de R$ 520 – por mala. Após a pandemia esses custos subiram, e a Lufthansa cobrava, em maio/2021, US$ 250 (ou seja, por ela você pagaria mais de R$ 2.600 por duas malas embarcadas.

Portanto a regra é: pesquise preços das passagens, com e sem as malas, em várias empresas. Depois compare tudo e veja onde é mais vantajoso. Obviamente, se você for fazer uma viagem mais curta, e não precisar levar malas, beleza, essas empresas serão um bom negócio, caso contrário …

Atualmente a maioria das empresas maiores estão se adaptando à esse tipo de concorrência, oferecendo também passagens mais em conta, obviamente cortando bagagens, lanches, etc.

Confira mais detalhes neste artigo do Blog ABC Viagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: